Há 30 anos – no momento da sua constituição, em 1990 – a associação foi visionária e pioneira quando integrou no seu seio os operadores de comunicações, independentemente de serem postais ou de telecomunicações, demonstrando uma clara visão de convergência e complementaridade entre as duas vertentes do setor. Foi também visionária quando congregou os seus membros, não por critérios geográficos, mas sim pela proximidade da língua e das culturas.

Posteriormente, em 2000 e em 2010, na sequência de revisões estatutárias, inovou quando considerou que no desenvolvimento das comunicações, a integração no seu seio dos reguladores e posteriormente considerou que a relação entre operadores e reguladores era muito forte, complexa e interativa e que sendo órgãos distintos fazem parte do mesmo Setor das Comunicações.

E acompanhando o natural dinamismo e desenvolvimento estratégico do Setor das Comunicações, nomeadamente nas Telecomunicações, o qual, nos tempos de hoje, não se pode dissociar dos Conteúdos, e continuando a inovar, em 2013, com uma nova revisão estatutária, a associação incorporou no seu seio os Conteúdos (Televisão), reforçando e consolidando, assim, o seu papel de associação representativa e cada vez mais inclusiva das várias áreas das Comunicações no Mundo da Lusofonia.

Hoje a associação é constituída por 38 operadores de Correios e Encomendas, de Telecomunicações e Comunicações eletrónicas, de Conteúdos e Media (Televisão) e Órgãos Reguladores de Comunicações dos 9 Países e Território de Língua Oficial Portuguesa (Angola, Brasil, Cabo Verde, Guiné-Bissau, Macau, Moçambique, Portugal, São Tomé e Príncipe e Timor-Leste).

Somos a 1.ª Associação Empresarial dos Países de Língua Oficial Portuguesa e a única associação mundial que congrega Correios, Telecomunicações, Conteúdos (Televisão), Reguladores e Indústria, constituindo um espaço de convergência dos parceiros do setor das Comunicações, com extensos planos de formação e cooperação para o desenvolvimento.

A AICEP é:

• A Associação das Comunicações da Lusofonia
• O Espaço de Convergência dos Parceiros do Setor das Comunicações

Promover e Apoiar o Desenvolvimento Sustentável das Comunicações da Lusofonia, através de:

• Partilha de informação e reflexão
• Ações de formação e de capacitação
• Projetos de desenvolvimento e cooperação
• Promoção e participação em projetos de interesse comum
• Divulgação de iniciativas e de melhores práticas

A estratégia alicerça-se em 7 pilares complementares e interativos:

Pilares de Base
(Em articulação entre operadores e reguladores)

Pilares Transversais

› OPERAÇÃO
Ações com vista à melhoria da Operação dos Membros AICEP, nomeadamente, nas áreas de Rede, Gestão, Organização, Qualidade de Serviço e respetivos Meios Tecnológicos de Suporte, numa perspetiva de divulgação de boas práticas, de cooperação, de convergência e de complementaridade intersectorial.

› REGULAÇÃO
Ações com vista à informação, à reflexão e ao conhecimento dos aspetos regulatórios, designadamente: definições de obrigações de operadores, de igualdade de acesso, de regime de licenciamento e de padrões de qualidade, numa perspetiva de divulgação de boas práticas e tendo em conta uma visão integrada inserida em contextos socioeconómicos específicos.

› CORREIOS
Ações orientadas para o apoio aos Membros da Associação com vista ao desenvolvimento do setor postal nos respetivos Países, tanto numa adequação às estratégias postais, nomeadamente, as emanadas da UPU, como às práticas organizacionais e operacionais, bem como o apoio à preparação dos respetivos Recursos Humanos.

› TELECOMUNICAÇÕES
Ações orientadas para o apoio ao desenvolvimento dos Membros da Associação no que diz respeito às boas e melhores práticas do setor, bem como ao apoio à preparação dos respetivos Recursos Humanos.

› CONTEÚDOS (TELEVISÃO)
Ações que tenham como objetivo os conteúdos (televisão), o seu desenvolvimento e os seus impactos, tanto na sua vertente de produção (operadores de produção e divulgação de conteúdos de televisão), como na sua vertente de distribuição (operadores de rede multimédia), instrumentais para a afirmação da Lusofonia no Mundo das Comunicações.

› INSTITUCIONAL
Ações baseadas nas relações institucionais e de parceria com as entidades e organismos das Comunicações e do Mundo da Lusofonia, com vista a ser o Parceiro Natural das Comunicações Lusófonas e a ter um papel ainda mais relevante no debate de ideias, fundamental para o acrescentar de valor às atividades dos Membros da AICEP.

› RESPONSABILIDADE SOCIAL
Ações orientadas para 3 vertentes significativas de responsabilidade social, designadamente, para com:
• a Sociedade e a Economia, dado o caráter estruturante das várias áreas do setor das Comunicações para o desenvolvimento socioeconómico sustentado dos países;
• os Colaboradores pelo facto de os Membros da AICEP serem, em cada país, grandes empregadores;
• o Ambiente, em virtude dos impactos do setor no ecossistema.

› PRINCÍPIOS DA BOA GOVERNAÇÃO
A ASSOCIAÇÃO ORIENTAR-SE-Á, PERMANENTEMENTE, NA SUA GESTÃO E AÇÃO QUOTIDIANA, POR UMA OTIMIZAÇÃO DOS RECURSOS E POR UMA MELHORIA DA COMUNICAÇÃO EXTERNA.

› OTIMIZAÇÃO DE RECURSOS
Os recursos que a Associação dispõe para a sua ação (humanos, físicos e financeiros) são objeto permanente de uma adequada racionalização e boa gestão, não só por serem escassos, mas também por forma a permitirem um retorno acrescido às contribuições que  dos Membros, quer de outros financiadores e, assim, aumentarem o valor da atividade da Associação. A permanente e adequada otimização dos seus recursos é, pois, um imperativo da boa gestão quotidiana da Associação.

› MELHORIA DA COMUNICAÇÃO EXTERNA
O universo em que a AICEP se insere, constituído pelos seus Membros, pelas Entidades com quem se articula estreitamente (CPLP, UPU, UIT e outros Organismos das Comunicações e não só) e pela própria Associação, desenvolve inúmeras ações, iniciativas, eventos, etc. Importa criar, através de uma procura criativa e inovadora, novos suportes de informação para, de forma alargada e regular, divulgar e partilhar mais profunda e amplamente as iniciativas próprias e as de terceiros. Assim se desenvolverá uma coesão e cooperação mais fortes entre os seus Membros, incrementando simultaneamente a visibilidade da Associação. Melhorar, Inovar a Alargar a Comunicação é, assim, um desígnio.

NEWSLETTER

Subscreva a nossa Newsletter e fique a par das últimas novidades das comunicações no universo da lusofonia.