Paulo Varela sai da Visabeira, mas continua na PT SGPS

2014-11-07
Fonte: Público
Foto por: AICEP

O Presidente da Visabeira Global e Vice-Presidente do Grupo Visabeira, Paulo Varela, cessou todas as funções no Grupo no final do mês, mas continuará a representar a empresa no Conselho de Administração da PT SGPS. "É um processo normal que já estava a ser preparado com o Presidente do Grupo [Fernando Nunes] desde o início do ano", disse o Gestor ao PÚBLICO. "Comecei como estagiário no departamento jurídico, penso que já fiz o meu percurso no Grupo e que é o momento certo para me lançar noutros projetos", acrescentou.

Projetos que ainda não estão definidos, mas que Paulo Varela quer que tenham relação com o mercado africano. "Quero ficar em Portugal, mas numa atividade com responsabilidades de âmbito internacional, nomeadamente com exposição ao mercado africano, que é aquele de que gosto e conheço bem", disse.
Paulo Varela é Administrador não executivo da PT SGPS em representação da Visabeira, que tem 2,64% do capital do antigo Grupo de Telecomunicações, e apesar de sair do Grupo irá continuar a desempenhar estas funções, porque "os acionistas [da (...)

Espaço de consolidação nas telecomunicações

2014-11-07
Fonte: Notícias ao Minuto
Foto por: Cortesia de Goldy em FreeDigitalPhotos.net

O Presidente Executivo operadora de telecomunicações NOS, Miguel Almeida, afirmou, no passado dia 16 de outubro, que o espaço de consolidação do setor das telecomunicações em Portugal "é relativamente marginal".

Miguel Almeida falava enquanto orador convidado do Jantar-Debate organizado pela Associação Portuguesa para o Desenvolvimento das Comunicações (APDC), que reuniu vários atores do setor em Lisboa.
Questionado sobre consolidação no setor das telecomunicações, Miguel Almeida afirmou: "Não tenho bola de cristal".
Considerou, no entanto, não haver muito espaço de consolidação em Portugal, afirmando que "há um espaço relativamente marginal".
Em relação à questão de a NOS poder passar a ser a empresa portuguesa de bandeira, (...)

Inmarsat apoia ações da União Internacional de Telecomunicações para o rastreamento de voos mundiais

2014-11-07
Fonte: Segs
Foto por: UIT

A União Internacional de Telecomunicações (UIT) acaba de adotar a Resolução da Plenipotenciária 2014, que visa agilizar a adoção das considerações sobre o rastreamento de voos globais. A Inmarsat, fornecedora líder de serviços de comunicação móvel global por satélites, apoia plenamente a UIT e a maior adoção de tecnologias de comunicação que melhorem a segurança da aviação civil, pois a empresa sempre esteve na vanguarda dos serviços de segurança para a indústria de transporte marítimo e aéreo, bem como nos serviços de missão crítica.

A Organização Internacional da Aviação Civil (International Civil Aviation Organization - ICAO) está desenvolvendo recomendações para o rastreamento de voos internacionais e espera-se que eles considerem as sugestões do grupo de trabalho da Associação Internacional de Transporte Aéreo (IATA, na sigla em inglês). Assim, a Inmarsat também apoia os esforços da ICAO na criação de um sistema global de segurança e socorro (GADSS), incorporando as opiniões de todas as partes envolvidas.
Em fevereiro de 2015, a ICAO vai sediar a segunda (...)

Angola diversifica e desenvolve as Telecomunicações no país

2014-11-07
Fonte: ANGOP/ macauhub
Foto por: Wikipedia/ Fabio Vanin

Chefe de Estado sublinha diversificação do programa das telecomunicações
O Chefe de Estado angolano, José Eduardo dos Santos, disse, no passado dia 15 de outubro, em Luanda, que o programa de desenvolvimento das telecomunicações vai das infraestruturas ao sistema de cabos submarinos internacionais, satélite e generalização da fibra ótica.

 

“Um eficiente e operacional sistema de Telecomunicações não é só um decisivo fator de diversificação e integração da economia e do território nacional, mas também um instrumento de autonomia e soberania nacionais, de bem-estar dos cidadãos e de competitividade das empresas num mundo cada vez mais global e interdependente”, disse.
José Eduardo dos Santos aludia a Rede de Plataforma Logística Nacional em construção, que articulará diferentes infraestruturas e sistemas de transporte, quando discursava por ocasião da abertura da III (...)

Comissão Europeia dá atenção às telecomunicações

2014-11-07
Fonte: Visão/ Computerworld/ ANGOP
Foto por: Wikipedia/ JLogan

A Comissão Europeia decidiu, no passado dia 9 de outubro, liberalizar dois mercados de telecomunicações na Europa e redefinir outros dois à luz da evolução do mercado e da tecnologia, medidas que entram em vigor imediatamente, conforme concertado com os 28.

Os dois mercados agora liberalizados são o mercado retalhista do acesso à telefonia fixa e o grossista relativo à origem de chamadas em redes fixas.
Bruxelas vai igualmente redefinir dois mercados de banda larga, a fim de limitar a carga regulamentar ao estritamente necessário para promover a concorrência no acesso à banda larga e o investimento neste segmento.
Comissão Europeia publica novo regulamento eIDAS
O conjunto de regras de identificação digital e serviços financeiros online servirá para aumentar a comodidade e (...)

O email celebrou 45 anos

2014-11-07
Fonte: Lusa
Foto por: Cortesia de em Stuart Miles FreeDigitalPhotos.net

Tudo começou em 1969 com uma simples mensagem, “LO”, trocada entre dois investigadores da Universidade da Califórnia. Apenas “LO” porque o sistema foi abaixo e não deu tempo de escrever "LOGIN”. Desde então, muita coisa mudou e hoje são trocados cem milhões de emails por minuto.

A primeira mensagem de correio eletrónico foi enviada fez, no passado dia 29 de outubro, 45 anos e nem sequer chegou completa porque o sistema desligou-se, nada comparado com a atualidade e com os 100 milhões de emails enviados por minuto.
Os números têm tendência para se tornarem maiores ainda, à medida que a internet se vai expandindo. De acordo com a página Mashable, especializada em informação sobre a era digital, em cada dia são criados 144,8 mil milhões de emails.
Hoje, em determinadas profissões, 28 por cento do trabalho semanal (...)

Reuters prepara entrada na televisão digital em 2015

2014-11-07
Fonte: Media Juss
Foto por: Reuters.tv

A Reuters vai entrar no mercado da televisão digital em 2015. A empresa planeia apostar num serviço de notícias personalizado de acordo com os interesses dos espectadores, conteúdos esses escolhidos pelos editores.

A Reuters.TV terá anúncios curtos que passam entre as notícias e os assinantes terão acesso aos conteúdos numa fase inicial no iPhone e iPad mediante o pagamento de uma taxa mensal cujo valor ainda não foi divulgado.
Em vez de blocos de informação padronizados, serão editados segmentos de acordo com interesses, localização e duração desejada por parte dos telespectadores.
Um dos objetivos é tentar reinventar a forma como as notícias são consumidas pelo público na era digital. “O ritmo de mudança na TV tem sido incrível mas (...)

Metade do tráfego do YouTube já tem origem em dispositivos móveis

2014-11-07
Fonte: Sapo Tek
Foto por: YouTube

Ecrãs grandes deviam ter primazia sobre ecrãs pequenos no que diz respeito ao consumo de vídeo. Mas parece haver uma preferência sobre a comodidade de poder ver um vídeo a qualquer hora, esteja onde estiver.

Apesar de não se alongar muito sobre os valores, a verdade é que o número revelado pela Diretora Executiva do YouTube, Susan Wojcicki, acaba por ser um marco histórico: atualmente metade das visualizações do serviço de vídeo da Google têm origem em smartphones e tablets.
A executiva revelou que popularidade das aplicações móveis do YouTube ajudou e muito a atingir esta métrica. Nos equipamentos iOS, mesmo já não sendo uma aplicação nativa, a app do serviço está sempre nos lugares cimeiros dos programas com mais downloads, por exemplo. (...)

Direitos de autor na internet poderão vir a ser taxados

2014-11-07
Fonte: Notícias ao Minuto
Foto por: Wikipedia/ Amio Cajander

O Vice-Presidente da Comissão Europeia, Gunther Oettinger, revelou que a partir de 2016, deverá ser aplicada uma taxa de compensação de direitos de autor na internet.

“Se a Google usa e trabalha com propriedade intelectual oriunda da União Europeia, então a União Europeia pode proteger essa propriedade e exigir o pagamento”, disse o comissário europeu em declarações à Reuters.
Saliente-se que, o executivo da União Europeia está a elaborar legislação com o objetivo de criar mecanismos de compensação do impacto causado pela pirataria de software, música ou vídeos na internet.
Por saber está ainda como será aplicada a taxa e quais os valores a serem (...)

Apple e Google foram longe de mais na privacidade, diz FBI

2014-11-07
Fonte: Sapo Tek
Foto por: Cortesia de Stuart Miles em FreeDigitalPhotos.net

O Diretor do FBI sugeriu que empresas como a Google e a Apple podem estar a ajudar criminosos, quando decidiram codificar todas as suas comunicações e torná-las indecifráveis a terceiros.

James Comey admitiu na mesma intervenção que o Governo pode ver-se obrigado a definir medidas para contornar a situação e garantir o acesso a dados que considere relevante no combate às ameaças de segurança.
O responsável defende que empresas como a Apple e a Google, que recentemente anunciaram alterações aos respetivos sistemas operativos, para protegerem as comunicações dos utilizadores de quaisquer tentativas de acesso, foram "longe demais".
Recorde-se que as empresas assumiram estas posições depois do escândalo da NSA e das (...)