Jovens empreendedores de Macau e da China visitam Lisboa e Porto

2018-02-11
Fonte: Diário de Notícias

Jovens empreendedores de Macau, Cantão, Shenzhen e Zhuhai iniciaram, no passado dia 06 de fevereiro, uma visita a Lisboa e no Porto.

Deslocações a ”espaços de trabalho partilhado e incubadoras de empresas locais” foram o ponto alto da visita de uma comitiva de jovens empreendedores de Macau, Cantão, Shenzhen e Zhuhai que iniciaram no dia 6 de fevereiro e que os levou ao Porto e Lisboa. O objetivo foi desenvolver oportunidades de negócios e cooperação. Em Lisboa este jovens empreendedores de Macau e do interior da China visitaram a Second Home, um espaço de trabalho partilhado (coworking), a Fábrica de Startups, uma aceleradora e incubadora, a Beta-i, que está a coordenar um programa de aceleração de startups da Comissão Europeia, e a Associação Nacional de Jovens Empresários (ANJE), de acordo com o programa da Direção dos Serviços de Economia de Macau.
A delegação ainda se encontrou com a secretária de Estado da Indústria portuguesa, Ana Teresa Lehmann, segundo o plano da visita, no âmbito do programa de intercâmbio de inovação e empreendedorismo para jovens da China e dos Países de Língua Portuguesa, lançado em dezembro último. No dia 08, no Porto, estavam previstas visitas ao NIDE, espaço de trabalho partilhado, Start Up Juventude, OPO’LAB e Porto Design Factory (centro de incubação). O programa de intercâmbio de Macau, em colaboração com a Second Home e a Fábrica de Startups, visa proporcionar aos jovens que pretendam desenvolver negócios em Portugal a utilização de espaços de coworking, a participação em cursos de formação e a utilização de serviços de aconselhamento. Com esta iniciativa, a DSE pretende também promover o centro de intercâmbio de inovação e empreendedorismo para jovens da China e dos Países de Língua Portuguesa, criado em Macau em outubro passado, para servir como plataforma de encontro e de intercâmbio entre as startups do interior da China, de Macau e dos países de língua portuguesa. Para reforçar a construção da região metropolitana da Grande Baía Guangdong-Hong Kong-Macau e expandir a cooperação entre as três regiões no âmbito das startups, a delegação que visita Portugal conta com representantes dos centros de empreendedorismo juvenil da zona de comércio livre da província de Guangdong (Nansha de Guangzhou, Qianhai de Shenzhen, Hengqin de Zhuhai). A delegação inclui ainda representantes de 11 associações de Macau, responsáveis pelo trabalho de apoio ao empreendedorismo juvenil. Para acompanhar os resultados do intercâmbio com Portugal, todos os representantes das associações vão apresentar um plano ou o tipo de cooperação a desenvolver com Portugal, para impulsionar ainda mais os trabalhos relacionados com o centro de intercâmbio. A China anunciou, na quinta conferência ministerial do Fórum para a Cooperação Económica e Comercial entre a China e os Países de Língua Portuguesa (Fórum Macau), em outubro de 2016, a criação no território de um centro de intercâmbio de inovação e empreendedorismo, para salientar a Região Administrativa Especial como plataforma de ligação entre a China e o bloco lusófono.

Fevereiro 2018

Bookmark and Share