Macau pode ajudar a Guiné-Bissau a captar investimento da China

2016-07-08
Fonte: Macauhub/CN/GW

A Guiné-Bissau vai participar na próxima cimeira económica entre a China e os países da África, que vai decorrer em Pequim ainda no decurso deste ano, garantiu, no passado dia 24 de junho, em Bissau o primeiro-ministro guineense, Baciro Dja.

A confirmação do chefe do executivo guineense foi transmitida ao embaixador da China na Guiné-Bissau, Wang Hua, durante uma audiência em que foram ainda abordados assuntos ligados às relações de cooperação que ligam os dois países.
O embaixador realçou ainda a importância da presença da Guiné-Bissau na reunião cimeira de Pequim para o desenvolvimento do país, concretamente nos sectores da agricultura, saúde, educação e infraestruturas.
O embaixador chinês disse ainda que o seu governo espera que ao longo da cimeira sejam planeados os próximos passos para a execução de vários projetos financiados pela China, o maior investidor estrangeiro no continente africano.

Junho 2016

Bookmark and Share