Macau Post Daily aventura-se na Internet com conteúdos de acesso pago

2016-06-05
Fonte: Ponto Final
Foto por: Macau Post Daily

O mais antigo jornal em língua inglesa de Macau, o Macau Post Daily, decidiu aderir ao digital para chegar a mais leitores fora do território mas, ao contrário das demais publicações, os conteúdos não serão totalmente abertos.

“A nossa presença digital ainda é experimental, mas vamos ter um sistema ‘paywall’, porque não apoio a ideia – uma das mais idiotas da imprensa internacional – de ser tudo gratuito”, disse o diretor da publicação, Harald Brüning, à agência Lusa.
O Macau Post Daily, fundado em agosto de 2004, é o mais antigo jornal em língua inglesa do território e um dos três que se publicam em Macau, juntamente com o Macau Daily Times e com o Macau Business Daily.
O arranque da experiência na Internet remonta a meados de março, circunscrevendo-se atualmente ao noticiário de Macau. O Macau Post Daily tem vindo a publicar “os primeiros três/quatro parágrafos das notícias locais”, remetendo os leitores que pretendam aceder ao conteúdo integral para a versão impressa.
A ‘paywall’ vai ser introduzida para o acesso total às histórias sobre Macau, estando o jornal a ponderar ainda se vai haver outros conteúdos pagos. De qualquer modo, “será o primeiro jornal de Macau com ‘paywall’”, realçou Harald Brüning, jornalista alemão radicado em Macau há mais de três décadas.
“Ao contrário de outros, não vamos dar as nossas notícias gratuitamente. Temos de proteger a nossa edição impressa”, afirmou, apontando ser inegável que a credibilidade do papel é maior relativamente à versão digital.
O Macau Post Daily é “um jornal de assinantes” – o que “dá certas garantias” –, pelo que, pelo menos, os mais de 2.000 subscritores individuais vão ter acesso integral como “bónus”. O jornal conta ainda com aproximadamente um milhar de assinantes coletivos (desde escolas, a consulados, a agências ou consultoras) que compram entre dois a 80 exemplares.
A maior parte dos clientes é de Macau e Hong Kong, mas também há assinantes da Europa, dos Estados Unidos e da Austrália. Já nas bancas, ainda segundo Harald Brüning, vendem-se aproximadamente mil dos 6.000 exemplares que fazem a tiragem. A redação do Macau Post Daily conta atualmente com pouco mais de uma dezena de profissionais e anualmente recebe cerca de 20 estagiários, oriundos de Macau, Hong Kong, China, Taiwan, Estados Unidos ou Inglaterra.

Maio 2016

Bookmark and Share