Empresários da CPLP e da China reúnem-se em junho em Cabo Verde

2017-04-09
Fonte: Macauhub
Foto por: Wikipedia/ Cayambe

Cabo Verde acolhe de 16 a 18 de junho o encontro entre empresários da Comunidade dos Países de Língua Portuguesa (CPLP) e da China sob o lema “Promoção de oportunidades para uma cooperação económica entre a China e a Comunidade dos Países de Língua Portuguesa”, disse quinta-feira a presidente da Cabo Verde TradeInvest.

Ana Lima Barber disse ainda à agência noticiosa Inforpress que o encontro se insere no quadro do reforço da cooperação económica e empresarial entre a China e a CPLP e visa promover as oportunidades de negócios existentes em cada um dos países.
A ideia é aumentar as trocas comerciais, facilitar encontros, sobretudo de pequenas e médias empresas, de modo a serem identificados novos mercados e explorar as sinergias, aproveitando a plataforma Cabo Verde, que é um país estável, democrático e muito bem situado”, sublinhou.
O (...)

ONU apoia desenvolvimento de Cabo Verde

2017-04-09
Fonte: Macauhub
Foto por: Wikipedia/ Davetrainer

O governo de Cabo Verde e a Organização das Nações Unidas (ONU) assinaram um documento de trabalho para 2017 que prevê apoios ao país no montante de 16,6 milhões de dólares, sendo o último do programa quinquenal celebrado entre as partes em 2012.

O Programa-quadro das Nações Unidas para a Assistência ao Desenvolvimento (UNDAF) de Cabo Verde para o período 2012-2016 foi alargado até 2017, por causa do período eleitoral do ano passado e pela definição de novas prioridades por parte do atual governo.
Este último documento foi assinado entre o ministro dos Negócios Estrangeiros cabo-verdiano, Luís Filipe Tavares e a coordenadora residente do Sistema das Nações Unidas em Cabo Verde, Ulrika Richardson.
Luís Filipe Tavares sublinhou que o programa anual é o culminar de um processo (...)

Timor-Leste adere ao Banco Asiático de Investimento em Infraestruturas

2017-04-09
Fonte: Macauhub
Foto por: Banco Asiático de Investimento em Infraestruturas

A candidatura de Timor-Leste ao Banco Asiático de Investimento em Infraestruturas (BAII) foi aprovada pelo Conselho de Governadores da instituição, tendo o país sido acolhido como membro regional potencial, informou o governo timorense em comunicado recentemente divulgado em Díli.

 

Timor-Leste associa-se assim a outros 69 países-membros daquela instituição, que procura melhorar o desenvolvimento económico e social na Ásia, investindo em projetos de infraestruturas de alta qualidade, financeiramente viáveis e amigos do ambiente”, pode ler-se no documento.
Timor-Leste irá transitar de “membro potencial” e juntar-se oficialmente ao BAII assim que os procedimentos internos necessários forem concluídos e a primeira prestação de capital seja depositada no banco.
Todas os países da Associação das (...)

União Europeia assina novo acordo de cooperação com Timor-Leste

2017-04-09
Fonte: Macauhub
Foto por: Wikipedia/ Jorge Santos

A União Europeia vai apoiar Timor-Leste com uma dotação financeira de 57 milhões de euros nos próximos cinco anos, ao abrigo de um acordo de cooperação assinado no final da última semana de março em Dili pelo chefe da delegação da União Europeia em Timor-Leste e pelo ministro dos Negócios Estrangeiros e da Cooperação timorense.

Alexandre Leitão, chefe da delegação da União Europeia em Timor-Leste, disse que a dotação financeira – a que se somam 4,3 milhões de euros de apoio de outras entidades – “refletem a estratégia nacional para a formação institucional e a diversificação da economia.”
Os programas assentam no reforço da gestão e da supervisão das finanças públicas “para melhorar os serviços públicos” e numa parceria sustentável para o sector agro-florestal e da silvicultura, de acordo com a agência noticiosa Lusa.
As (...)

CPLP pretende estabelecer Pontos Focais para Objetivos de Desenvolvimento Sustentável

2017-04-09
Fonte: CPLP
Foto por: CPLP

A Comunidade dos Países de Língua Portuguesa (CPLP) pretende constituir uma rede de pontos focais para os Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS). Com esta meta, realizou-se uma reunião com delegados dos Estados membros, nos dias 27 e 28 de março, na sede da Organização.

O encontro assume-se como um primeiro passo para a constituição da rede de pontos focais da CPLP para os ODS, prevendo-se a focalização dos trabalhos na troca de experiências e numa reflexão sobre as formas concretas de contribuição para a implementação destes objetivos.
Recordemo-nos que, a XI Conferência de Chefes de Estado e de Governo da CPLP saudou a adoção histórica pelas Nações Unidas da Agenda 2030 para o Desenvolvimento Sustentável. Na cimeira de Brasília, decorrida nos dias 31 de outubro e 1 de novembro de 2016, os Chefes de (...)

Exposição “Conexões Afro-Ibero-Americanas” traz à UCCLA 63 artistas de 3 continentes

2017-03-13
Fonte: UCCLA
Foto por: UCCLA

 

Esta mostra conta com a presença de 63 importantes autores, oriundos de África (Angola, Cabo Verde, Guiné, Moçambique e São Tomé e Príncipe), Península Ibérica (Portugal e Espanha) e continente americano (Brasil, Chile, Argentina e Cuba), que são exemplo: Cruzeiro Seixas, Mário Cesariny, Salvador Dalí, Pablo Picasso, Joan Miró, Malangatana, Wifredo Lam, Marcelo Grassmann, Fernando Botero, Eduardo Nery, Mito, entre tantos outros.
Foi selecionado o Coletivo Multimédia Perve, como produtor e responsável pela Curadoria, por ser uma (...)

Modus Fado lançam “Correntes”

2017-03-13
Fonte: UCCLA
Foto por: Modus Fado

 

O auditório da UCCLA foi o palco escolhido para o lançamento do álbum “Correntes” do grupo Modus de Fado, no dia 16 de fevereiro. Perante sala cheia, “Modus de Fado” mostrou, a partir do Fado, a proximidade de vários géneros musicais, a sua extensão e a profusão no mundo da lusofonia.
Tratou-se de uma iniciativa conjunta com a Chá de Caxinde.
O espetáculo foi pautado pela guitarra de Arménio de Melo, na viola-baixo de António Ferreira e viola e voz de João Vaz.

 

Sigá: O Sabor da Guiné-Bissau

2017-03-13
Fonte: Rotas Turísticas
Foto por: Rotas Turísticas

 

Ingredientes:
400 gr de canje (quiabos)
1 dl de óleo-de-palma (cíti)
1 kg de camarões descascados
sal q.b.
1 cebola
200 gr de jagatu
piripiri q.b.

Confeção:
Cozem-se os camarões, descascados, em água (pouca) com a cebola picada, sal e piripiri.
Juntam-se os quiabos, os jagatus cortados às rodelas, o cíti e uns golinhos de água.
Tapa-se o tacho e deixa-se cozer.
Depois de cozido sirva quente.

Fundo de Cooperação para o Desenvolvimento China-Países de Língua Portuguesa apoia projecto no Brasil

2017-03-11
Fonte: Macauhub
Foto por: Fundo de Cooperação para o Desenvolvimento China-Países de Língua Portuguesa

A Canadian Solar Inc. recebeu um financiamento de 20 milhões de dólares do Fundo de Cooperação para o Desenvolvimento China-Países de Língua Portuguesa para apoiar a execução de projetos no Brasil, informou a empresa em comunicado divulgado no passado dia 6 de março.

Um desses projetos é o Pirapora I, no estado de Minas Gerais, com uma capacidade de produção nominal de 191 megawatts pico, atualmente a ser construído com previsão de conclusão para o terceiro trimestre de 2017.
Quando começar a funcionar, este projeto de energia solar terá uma capacidade instalada para produzir 391,3 gigawatts hora por ano, energia eléctrica suficiente para abastecer 200 mil habitações e evitar emissões de 228 mil toneladas de CO2.
A Canadian Solar anunciou em outubro de 2016 a venda de uma (...)

China e Guiné-Bissau analisam reforço das relações de cooperação

2017-03-11
Fonte: Macauhub

Uma delegação governamental da República Popular da China iniciou no dia 6 de março uma visita de trabalho à Guiné-Bissau, durante a qual os dois países passaram em revista as relações de amizade e de cooperação e perspetivar o seu reforço.

A delegação chinesa, dirigida pelo diretor-geral do Departamento para as relações africanas do Ministério dos Negócios Estrangeiros da China, Ling Song Tiang, foi recebida em audiência pelo primeiro-ministro da Guiné-Bissau, Umaro Sissoco Embaló.
Na ocasião, Ling Song Tiang realçou o facto das relações entre Pequim e Bissau terem “resistido às vicissitudes da conjuntura internacional e tornar-se, com o passar do tempo, mais consolidadas.”
Ling adiantou que os dois países iriam discutir e escolher a forma mais eficaz (...)