Guiné-Bissau, único lusófono que melhorou no Índice de Liberdade Económica

2017-03-11
Fonte: Voa Português
Foto por: Wikipedia/Colleen Taugher

Os países africanos de língua portuguesa continuam na parte inferior do Índice de Liberdade Económica de 2017, da Heritage Foundation, divulgado no passado dia 16 de fevereiro.

Cabo Verde é o melhor colocado, na 116.ª. posição, com 56,9 pontos em 100, no grupo de economias maioritariamente não livres, mas foi aquele que teve a maior queda em relação a 2016.
No ano passado, o arquipélago ocupou a 57.ª. posição, o que, segundo os autores do estudo se deve ao facto de se ter beneficiado “da manutenção da moderada estabilidade monetária e de uma relativamente elevada abertura de mercado que facilitou as trocas comerciais e investimento" externo.
Entretanto a Heritage Foundation diz que o país (...)

Presidente moçambicano incentiva países da CPLP a promoverem respeito pelos direitos humanos

2017-03-11
Fonte: Observador
Foto por: CPLP

O presidente moçambicano Filipe Nyusi incentivou a Comunidade dos Países de Língua Portuguesa a promover o respeito pelos direitos humanos, combatendo as ameaças às liberdades fundamentais.

O Presidente moçambicano, Filipe Nyusi, exortou, no passado dia 16 de fevereiro, a Comunidade dos Países de Língua Portuguesa (CPLP) a promover o respeito pelos direitos humanos, combatendo as ameaças à vida e às liberdades fundamentais. Nyusi fez o apelo falando na abertura do Primeiro Seminário Internacional da Rede de Provedores de Justiça e Comissões Nacionais de Direitos Humanos da CPLP, que decorre sob o lema “O papel dos Provedores de Justiça e Comissões Nacionais dos Direitos Humanos na garantia da boa governação”. (...)

Empresas timorenses passam a ter acesso a plataforma SIGAME na CPLP

2017-03-11

Empresas timorenses podem, desde o passado dia 8 de fevereiro, registar-se na plataforma SIGAME, um espaço criado para procurar sinergias e colaborações entre empresas, instituições e entidades e para fomentar oportunidades de negócios na CPLP.

Representantes da Associação Industrial do Distrito de Aveiro (AIDA) e da Associação Nacional das Empresas da Metalúrgicas e Eletromecânica (ANEME), promotoras da plataforma, e da Câmara de Comércio e Indústria de Timor-Leste (CCI-TL) assinaram o protocolo que permitiu o arranque do registo de empresas timorenses.
O protocolo foi assinado depois de um encontro subordinado ao tema "Internacionalizar em português" que pretende, no caso de Timor-Leste, levar empresas do ainda reduzido espaço económico ao mercado mais amplo da (...)

Exame em Língua Portuguesa nos EUA dá créditos para acesso ao ensino superior

2017-03-11
Fonte: RTP
Foto por: Cortesia de everydayplus em FreeDigitalPhotos.net

O ensino da língua portuguesa ganha cada vez mais credibilidade nos Estados Unidos. Pela primeira vez, em abril deste ano, os estudantes naquele país poderão realizar o exame NEWL - National Examinations in World Languages - no âmbito da língua portuguesa de modo a obter créditos no acesso às principais instituições norte-americanas de ensino superior.

Segundo um comunicado do Ministério dos Negócios Estrangeiros, o programa AP (Advanced Placement) da associação de estabelecimentos de ensino norte-americanos "College Board" reconhece os exames NEWL da American Councils for International Education, incluindo para efeitos de contagem de créditos no ensino secundário e no acesso ao ensino superior, recomendando-os aos seus associados.
É sem dúvida um reconhecimento da língua portuguesa e dos programas de ensino ali desenvolvidos nos últimos anos. Sendo uma conquista (...)

Fundo de Cooperação China-Países de Língua Portuguesa terá sede em Macau em 2017

2017-02-12
Fonte: Macauhub
Foto por: Macauhub

A instalação da sede do Fundo de Cooperação para o Desenvolvimento China-Países de Língua Portuguesa em Macau “está iminente”, disse, no passado dia 25 de janeiro, em Macau a vogal executiva do Instituto de Promoção do Comércio e do Investimento de Macau (IPIM), Glória Batalha Ung.

Glória Ung adiantou que o processo de transferência da sede do Fundo está dependente de “procedimentos administrativos e de licenças” mas salientou que deverá ficar concluído em 2017.
A responsável adiantou ainda que a transferência da sede do Fundo de Pequim para Macau vai tornar mais fácil para as empresas locais a obtenção de informações sobre esse Fundo, a procura de financiamento para os respetivos projetos e o desenvolvimento dos mercados dos países de língua portuguesa em cooperação com as empresas da China, ao mesmo tempo que (...)

Cabo Verde é o melhor lusófono no Índice da Democracia divulgado pela EIU

2017-02-12
Fonte: DW/ Lusa
Foto por: Wikipedia/ Cayambe

De acordo com a edição de 2016 do Índice da Democracia, divulgado pela (EIU), Cabo Verde é o país lusófono melhor colocado internacionalmente, na 23.ª posição e a Guiné Equatorial o pior (163.º) entre 167 países e territórios analisados.

Timor-Leste lidera o ranking do Índice da Democracia no sudeste asiático e é o 7.º na Ásia e Oceânia. A pontuação de Timor-Leste no ranking mantém-se inalterada há quatro anos, com 7,24 valores numa escala de 10 e num grupo em que quase metade dos países abrangidos registou quedas nos resultados, entre 2006 e 2016.
Agio Pereira, porta-voz do Governo timorense, destaca o facto de a classificação dar pontuação elevada ao processo eleitoral e pluralismo, "refletindo as eleições livres e justas, o sufrágio universal, (...)

Primeiro satélite de Angola será colocado em órbita no 3.º trimestre de 2017

2017-02-12
Fonte: Macauhub
Foto por: Cortesia de bluebay em FreeDigitalPhotos.net

O Angosat1, o primeiro satélite angolano, deverá ser colocado em órbita no terceiro trimestre do ano, disse, no passado dia 2 de fevereiro em Luanda, o ministro das Telecomunicações e Tecnologias de Informação, José Carvalho da Rocha.

No decurso de uma visita ao Centro de Controlo e Emissão do Satélite, localizado no município de Cacuaco, em Luanda, o ministro disse que tanto o satélite como o centro de controlo estão prontos “mas os técnicos que irão receber e descodificar os sinais que o Angosat1 irá emitir estão atualmente em formação.”
Com o Angosat1 em órbita, acrescentou José Carvalho da Rocha, as operadoras de telecomunicações ao invés de adquirirem largura de banda em satélites que existem na região vão fazê-lo no satélite angolano, “com (...)

Países da Cplp devem unir esforços em estratégia sobre mares e oceanos

2017-02-12
Fonte: Rádio ONU

A 15 de fevereiro, as Nações Unidas realizam um encontro preparatório sobre Conferência de Apoio à Implementação do Objetivo de Desenvolvimento Sustentável 14, que também prevê a conservação de recursos marinhos; Portugal é país co-facilitador da reunião em Nova Iorque.

Portugal é o co-facilitador de um encontro preparatório sobre a proteção de mares e oceanos, marcado para 15 e 16 deste mês, na sede da ONU em Nova Iorque.
O chefe da Missão portuguesa nas Nações Unidas, embaixador Álvaro Mendonça e Moura, falou sobre a importância de que todos os países-membros ajudem com a elaboração de uma "chamada à ação" para proteger os recursos marinhos como parte dos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável.

Vanguarda
Mendonça e Moura lembrou (...)

Agências da ONU avaliam parceria com Guiné-Bissau até 2020

2017-02-12
Fonte: Radio ONU
Foto por: ONU

As Agências das Nações Unidas reuniram parceiros, representantes da sociedade civil e autoridades para rever e validar o plano trienal de trabalho para implementar o Eixo 3 do Quadro de Parceria entre a Guiné-Bissau e as Nações Unidas, Unpaf.

As áreas em destaque incluem o acesso aos serviços de saúde, nutrição e água. Nesses setores estão previstas ações no saneamento, na higiene, na educação e na proteção de qualidade.

Desenvolvimento
Falando no ato inaugural da reunião, a representante da Unicef no país apontou o Unpaf como principal documento entre a ONU e o governo até 2020. Para Christine Jaulmes, o documento reflete a expressão da vontade das duas partes em reforçar ainda mais a parceria existente.

Nova plataforma de ensino da língua portuguesa para ajudar crianças na diáspora

2017-02-12
Fonte: Observador
Foto por: Português Mais Perto

O Ministério dos Negócios Estrangeiros apresentou, no passado dia 7 de fevereiro, uma plataforma de ensino da língua portuguesa para crianças que iniciaram o processo escolar em Portugal e agora vivem no estrangeiro.

O Ministério dos Negócios Estrangeiros apresentou uma plataforma de ensino da língua portuguesa para crianças que iniciaram o processo escolar em Portugal e agora vivem no estrangeiro, disse à Lusa o secretário de Estado das Comunidades Portuguesas.
É uma plataforma complementar, disponibilizada a partir da Internet, que permite às crianças e aos jovens com processo escolar iniciado em Portugal manterem este contacto com o processo de aquisição de competências e de conhecimentos em língua portuguesa de forma autónoma”, afirmou (...)