Correios no mundo realizam ajustes para enfrentar novo coronavírus

2020-05-06
Fonte: ONU
Foto por: Roman Koval no Pexels

A pandemia de covid-19 levou várias agências de correios no mundo a realizarem mudanças para garantir a saúde de seus funcionários e usuários.

Muitos operadores informaram seus novos planos de trabalho à União Postal Universal (UPU), a agência da ONU que cuida do setor.

Restrições
Carteiros em todo o globo continuam trabalhando apesar das restrições de movimento impostas em vários países após o fechamento de fronteiras.
A UPU informou que as mudanças têm como base as diretrizes da Organização Mundial da Saúde (OMS), aconselhamento médico e de medidas de governos sobre a pandemia.
Além disso, todas as agências de correios enfatizam a importância da lavagem das mãos, etiquetas para tossir e o distanciamento social.

Cuidados
A UPU lembrou que as mudanças variam de país para país. Na Alemanha, os Correios ou Deutsche Post anunciaram que manteriam cobertura integral dos serviços enquanto tomavam cuidados para conter a pandemia.
A mesma decisão foi seguida pela Austrália e pelos Países Baixos ou Holanda. Nesses casos, houve alteração na exigência de entrega de correspondências registadas para evitar riscos de contaminação.
Já o Correio Uruguaio decidiu reduzir o número de funcionários nas agências e utilizar trabalho a distância quando possível. Várias agências de grande movimento foram fechadas para evitar risco de contaminação.

Itália
Uma das operações mais afetadas foi a da Itália por causa do impacto trágico sobre a população. Mesmo assim os Correios, que são o maior empregador da Itália, seguem trabalhando para atender ao público.
As autoridades também anunciaram um plano para desinfetar todas as agências italianas dos correios. Os funcionários receberam equipamentos de proteção e os veículos de entrega de correspondências também foram limpos para evitar a contaminação com a covid-19.

Hungria
Dentre os países que decidiram suspender seus serviços de correios temporariamente estão: Honduras, Hungria e Zimbábue
A UPU elogiou a dedicação dos carteiros e outros profissionais dos correios determinados a fazer o melhor para manter os serviços em circunstâncias difíceis e jamais vivenciadas em tempos de paz.

Abril 2020

Bookmark and Share