UPS lança solução de Internet das Coisas para aprimorar logística

2019-11-07
Fonte: CIO
Foto por: UPS

A UPS, empresa americana de logística e entrega de encomendas, anunciou uma solução que usa a Internet das Coisas para monitorizar a cadeia logística de forma remota. De acordo com a UPS, a sua solução chamada de UPS Premier oferece opções de rastreio e gestão para remessas críticas do setor de saúde.

O anúncio acompanha a criação de uma unidade de logística dedicada para serviços de saúde. A UPS Healthcare and Life Sciences (HCLS) reúne operações globais de 114 instalações de atendimento do setor de saúde com as empresas Marken e Polar Speed, adquiridas pela UPS.
"Estamos a oferecer aos clientes uma excepcional visibilidade e segurança para os embarques mais críticos do setor da Saúde e Ciências da Vida. Com essas novas tecnologias e processos, teremos maior flexibilidade para proteger a carga ao longo da 'cadeia de custódia', fornecer soluções de contingência e garantir a melhor confiabilidade de serviço da categoria”, explica David Abney, CEO da UPS.
O UPS Premier deve fornecer sensores de classificação de itens, ações de contingência e serviços de entrega por remessas críticas. Seu lançamento está agendado para o primeiro semestre de 2020, como parte do esforço da empresa de modernizar sua rede de instalações de sistemas inteligentes.
"Níveis de serviço confiáveis são importantes para remessas do setor da Saúde, independentemente da situação. E essas soluções permitirão à UPS fornecer exatamente isso”, destacou Abney.

Saúde e ciências da vida
A UPS informa que o principal objetivo ao unificar suas operações de logística de saúde em uma única unidade faz parte da iniciativa da empresa de fornecer serviços mais personalizados de acordo com a exigência de cada cliente.
De acordo com a empresa, a UPS HCLS já emprega mais de 5 mil funcionários da Marken e Polar Speed. Com a centralização e operações, a unidade busca uma força de venda dedicada para o setor, com o cliente no foco.
O sistema de gestão de qualidade da UPS, chamado de Quality Management System (QMS), deve ser utilizado no armazenamento, gestão de inventário e distribuição de produtos, em particular, aqueles que estão sujeitos às boas práticas de manufatura.
O QMS conta com um sistema de gestão eletrónica de documentos em nuvem, procedimentos operacionais padrão globais (SOPs), além de processos de validação da categoria e ferramentas globais de relatório.
A gestão eficiente de inventário é um dos componentes mais importantes da cadeia de suprimentos da saúde. Ter visibilidade em todos os outros sistemas permitirá maior previsibilidade, visibilidade e planejamento para o cliente”, conclui Abney.

Outubro 2019
CIO

Bookmark and Share