Para concorrer com YouTube, Facebook planeia lançamento de conteúdos em vídeo

2017-06-09
Fonte: IG Tecnologia/24 horasNews
Foto por: Facebook/ Youtube

A publicação de vídeos no Facebook não é nenhuma novidade para os usuários. Todos os dias, milhares de conteúdos do tipo são partilhados, 'gostados' e comentados na rede social. Apesar disso, a plataforma ainda não é vista como uma concorrente direta do YouTube e Netflix neste quesito. Mas isso pode mudar em breve.

De acordo com informações da Reuters, o Facebook está a planear a produção de programas próprios em dois formatos diferentes para bater de frente com o YouTube . O primeiro formato contempla shows roteirizados, com duração mais ampla, variando de 20 a 30 minutos e contando com intervalos comerciais. Nestes casos, os conteúdos seriam propriedade do próprio Facebook.
O outro modelo seria de programas menores, que duram de cinco a dez minutos. Nestas situações é possível haver roteirização ou não e também haverá a aplicação de comerciais. Os programas menores serão de propriedade de seus respetivos criadores.
A rede social planeja pagar até US$ 250 mil por cada episódio do modelo de maior duração. Para os mais curtos, a ideia é pagar valores entre US$ 10 mil a US$ 35 mil os criadores. Em contrapartida, o Facebook vai ficar com 45% de toda a receita que for obtida por meio da publicidade em ambos os casos. O restante fica para quem criou o material.

O YouTube
Para tentar se manter a frente do Facebook no que diz respeito aos vídeos, a plataforma do Google renova-se e apresenta novos recursos. A empresa anunciou na última semana uma novidade que promete animar os usuários de televisores inteligentes. Serão disponibilizados em breve os vídeos em 360º, publicados na plataforma para o aplicativo de TV smart, recurso que, até o momento, estava presente apenas nos dispositivos móveis e navegadores. O anúncio foi realizado durante a conferência para desenvolvedores Google I/O 2017.
O novo recurso será entregue pelo YouTube de maneira gradual e já tem início marcado para os próximos meses. A lista de aparelhos atendidos engloba diferentes categorias, como, por exemplo, os dispositivos que operam com Android TV e as consolas Xbox Onde e PlayStation 4. De acordo com informações divulgadas pelo Google, os novos televisores 4K das marcas Samsung e LG já devem ser fabricadas com o recurso instalado.

Maio 2017

 

Bookmark and Share