Web Summit 2017: Inteligência artificial e conectividade

2017-11-15
Fonte: Euronews
Foto por: Websummit

A capital portuguesa acolheu este ano cerca de 60 mil visitantes, graças à Web Summit, o que fez do evento um dos maiores encontros de tecnologia em todo o mundo.

Foi no Parque das Nações que todos falaram no mundo digital, tanto pelas vantagens como pelos perigos que o rompimento das novas barreiras digitais pode supor.
Uma mensagem que Comissão Europeia quis recordar, ao lembrar também que a tecnologia existe, acima de tudo, para servir as pessoas.
Margrethe Vestager, Comissária Europeia para a Concorrência, disse, em Lisboa, que a tecnologia nos “permite fazer imensa coisa” mas que deve “estar ao nosso serviço”.
“Agora, mais do que nunca, devemos ser cautelosos. (...)

Correios dos EUA planeiam usar carros autónomos até 2025

2017-11-15
Fonte: R7
Foto por: USPS

O United States Postal Service (USPS), serviço de correios dos Estados Unidos, emitiu um comunicado em que afirma ter planos de usar carros autónomos ou semiautónomos nos próximos sete anos, inicialmente em rotas rurais no país.

A ideia, segundo a nota divulgada no passado dia 9 de outubro, é manter funcionários dentro deles, mas a nova tecnologia dos veículos tornará mais eficientes os serviços: os motoristas não precisarão estacionar a todo momento para entregar uma correspondência.
A frota do USPS é a maior do mundo, com 228 mil veículos, e a direção do serviço já trabalha com as mudanças, em parceria com a Universidade de Michigan. Com os pesquisadores, a empresa planeia o chamado Veículo de Entrega Rural Autônomo, que deve ser testado em 28 mil rotas rurais (...)

UCCLA promoveu Fórum Económico “Cidades Sustentáveis” em Macau

2017-11-15
Fonte: UCCLA

Decorreu, no dia 20 de outubro, um Fórum Económico subordinado ao tema "Cidades Sustentáveis", numa iniciativa da UCCLA e do FELP - Fórum de Empresários de Língua Portuguesa.

O fórum pretendeu ser um espaço de debate, partilha de experiências, com uma plateia de empresários e de representantes de cidades. Os temas em análise foram “Como melhorar a capacidade de financiamento de projetos entre a China, Macau e os Países de Língua Portuguesa” e “Cidades Sustentáveis e Inteligentes, perspetivas para uma cooperação económica global, tendo em conta o Desenvolvimento Local”.
A comitiva integrava representantes de cidades e empresas de Angola, Brasil, Cabo Verde, Guiné-Bissau, Moçambique, (...)

Angola: infraestruturas das operadoras de telecomunicações devem ser partilhadas

2017-11-15
Fonte: ANGOP
Foto por: wikipedia/ avid Stanley

O ministro das Telecomunicações e das Tecnologias de Informação, José Carvalho da Rocha, defendeu, no passado dia 3 de novembro, em Luanda, a partilha de infraestruturas por parte das operadoras de telecomunicações, por ser um dos pressupostos para redução dos custos de operações.

O governante fez esse pronunciamento quando discursava na cerimónia de abertura do workshop sobre “Desafios do sector das telecomunicações e tecnologias de informação”, promovido pelo Instituto Angolano das Comunicações (INACOM), que encerrou no passado dia 3.
Disse ser importante que no ambiente concorrencial as operadoras de telecomunicações priorizem a partilha de infraestruturas para permitir que outras empresas do sector possam instalar-se no mercado e diversificar os serviços.
Explicou que a iniciativa de partilha de (...)

Primeiro satélite angolano será lançado em dezembro no Cazaquistão

2017-11-15
Fonte: Observador
Foto por: http://space.skyrocket.de/doc_sdat/angosat-1.htm

O ministro das Telecomunicações e Tecnologias de Informação de Angola, José Carvalho da Rocha, confirmou, no passado dia 1 de novembro, que o Angosat-1, o primeiro satélite angolano, será lançado em dezembro, no Cazaquistão.

Faremos, de facto, o lançamento do Angosat no mês de dezembro. Estamos a fazer tudo para que isto aconteça com as datas indicativas. Vamos fazer o lançamento do Cazaquistão, onde se encontra a base de lançamento da empresa que tem estado a trabalhar connosco”, anunciou o ministro.
José Carvalho da Rocha falava à imprensa no final da reunião que se realizou, em Luanda, com os operadores públicos e privados do setor.
A Lusa noticiou a 3 de outubro, citando informação das autoridades espaciais russas que o lançamento do (...)

Telefónica: Com inteligência artificial, tudo será diferente em Telecomunicações

2017-11-15
Fonte: Convergência Digital/CDTV
Foto por: Telefonica

A Telefónica vai lançar em fevereiro de 2018, durante o Mobile World Congress (MWC), em Barcelona, o Aura, a sua plataforma de inteligência artificial. Em entrevista à CDTV, durante o 31º Seminário Internacional ABDTIC, Cláudio Alberto Ikeda, diretor da quarta plataforma da Telefónica, explicou como a operadora espanhola está apostando em big data, tendo, inclusive, times voltados para buscar soluções oriundas da análise de dados.

 Anunciada no MWC deste ano, a Aura vai além vida "assistente pessoal" Aura (no modelo dos/as assistentes pessoais como Siri (Apple), Cortana (Microsoft), Alexa (Amazon) e Google Assistant e define um novo ambiente de negócios. Segundo a operadora, o uso de IA é impedir que a rede seja denominada de 'burra'.
"O lançamento da Aura vai ser a inauguração da quarta plataforma, que é o novo negócio da Telefonica, que é trazer a experiência end-to-end de uso de dados, numa experiência cognitiva, de inteligência artificial, de forma a trazer (...)

Brasil está entre os líderes na adoção de Internet das Coisas no consumo, diz pesquisa

2017-11-15
Fonte: CIO
Foto por: Coretsia de andongob em FreeDigitalPhotos.net

Os brasileiros são os consumidores mais abertos à adoção de novas tecnologias de Internet das Coisas de acordo com uma nova pesquisa da Worldpay. E acreditam que esse processo é parte da evolução de como as empresas e o público se relacionam. Além disso, 81% dos pesquisados afirmaram que se sentiriam confortáveis em usar a tecnologia em comparação com outros países abordados como Austrália, China, Alemanha, Holanda, Cingapura, Espanha, Suécia, Reino Unido e Estados Unidos.

Os consumidores chineses estão logo atrás, na segunda posição entre os mais recetivos à adoção da Internet das Coisas, com 61% dizendo se sentirem confortáveis na utilização de dispositivos conectados. No outro extremo da pesquisa, apesar do Reino Unido ser um dos países mais preparados do mundo para aplicações de IoT, ocupa a última posição da lista. Somente 23% dos ingleses participantes da pesquisa gostariam de contar com um dispositivo conectado para fazer pedidos de produtos em nome deles, de forma automatizada.
O levantamento (...)

Banco Mundial ajuda Guiné-Bissau a melhorar fornecimento de eletricidade e Internet

2017-11-15
Fonte: Observador
Foto por: Wikipedia/ Colleen Taugher

A vice-presidente do Banco Mundial para a região africana, Mantan Murthy, disse no passado dia 8 de novembro, em Bissau que a instituição está empenhada em ajudar a Guiné-Bissau a melhorar os níveis de fornecimento de eletricidade e Internet à população.

A saída de uma audiência de trabalho com o primeiro-ministro guineense, Umaro Sissoco Embaló, na presença do ministro das Finanças, João Fadiá, a responsável indicou aos jornalistas que o Banco Mundial já aprovou os apoios para os dois setores faltando agora as decisões de Bissau.
Mantan Murthy disse que a Guiné-Bissau “é o único país” que o Banco Mundial apoia que “ainda não está ligado ao cabo submarino” no âmbito do projeto ACE, cuja instalação foi financiado em 35 milhões de dólares (30 milhões de (...)

Portugal defende criação de filtros para proteger direitos de autor na Internet

2017-11-15
Fonte: Publico
Foto por: Cortesia de dfrsce em FreeDigitalPhotos.net

O Governo defende o uso obrigatório de sistemas capazes de detetar quando conteúdo protegido por direitos de autor é publicado sem autorização em plataformas como rede sociais ou sites de partilha de vídeo. A posição vai ao encontro da Comissão Europeia, cuja proposta para a criação destes filtros tem suscitado dúvidas e críticas por parte de alguns políticos, especialistas e grupos de defesa dos consumidores.

Portugal juntou-se a França e Espanha para sugerir alterações à proposta de diretiva avançada no ano passado pela Comissão e que está atualmente a seguir o processo legislativo. Este processo implica tipicamente várias emendas por parte do Conselho (que reúne os governos dos Estados-membros e onde as sugestões portuguesas foram apresentadas) e do Parlamento Europeu.
A proposta de emendas foi revelada pela Stateswatch, uma organização sem fins lucrativos que se dedica a monitorizar “as liberdades civis na Europa”. Questionado pelo (...)

Táxis voadores são a solução da Uber para os problemas do trânsito

2017-11-15
Fonte: Sapo Tek
Foto por: web summit

A empresa norte-americana escolheu o palco central do Web Summit para dar a conhecer a sua estratégia para as cidades do futuro. Basicamente, o plano é evitar engarrafamentos voando sobre eles.

Há os túneis subterrâneos de Elon Musk para fugir ao trânsito, mas a Uber também tem uma proposta. Chama-se UberAIR e, de acordo com a empresa que o criou, é um serviço que vai mudar a forma como nos deslocamos nas cidades. A "estreia" está prevista para 2020, em Los Angeles.
O diretor de produção da Uber, Jeff Holden, subiu ao palco central do Web Summit, na Altice Arena, e apresentou aquilo que acredita ser “o próximo estágio do transporte urbano”: um veículo com capacidade para levantar voo e aterrar verticalmente, movido a energia (...)