Tmcel celebra contrato com o grupo chinês Huawei

2019-05-07
Fonte: Macauhub
Foto por: Macauhub

A empresa moçambicana Tmcel vai despender 23 milhões de dólares em equipamento de telecomunicações ao abrigo de um contrato assinado, no passado dia 23 de abril, em Pequim, com o grupo chinês Huawei, informou a agência noticiosa AIM.

O valor a ser investido pela Tmcel, empresa moçambicana criada em 2018 a partir da fusão das empresas públicas Telecomunicações de Moçambique (TDM) e Moçambique Celular (MCel), será proveniente de recursos próprios da empresa.
A AIM escreveu que esse montante será o resultado da venda de ativos “que não constituem o foco principal do negócio da Mcel” e adiantou que, nos termos do contrato, este projeto terá início o mais depressa possível.
O Ministro dos Transportes e Comunicações, Carlos Mesquita, disse dever iniciar-se ainda (...)

RTP estabelece protocolo de cooperação com a brasileira TV Cultura

2019-05-07
Fonte: Meios e Publicidade/ Dinheiro Vivo
Foto por: RTP

A partilha de meios e a troca de programas e conteúdos informativos são alguns dos pontos previstos pelo protocolo de cooperação assinado entre a RTP e a TV Cultura.

As duas estações públicas têm já em marcha projetos de cooperação no âmbito deste protocolo, nomeadamente no que diz respeito à troca de programas culturais e infantis entre a RTP2 e a TV Cultura, casos dos formatos “Visita Guiada” e “Madeira Prima”, produzidos pela RTP, que terão exibição na estação brasileira. Em sentido inverso, “Café Filosófico” e “Brasil Toca Choro”, uma série musical sobre chorinho, produzidos pela TV Cultura, terão exibição na RTP2.
Além desta troca de programas, o protocolo prevê que (...)

Presidente dos Correios do Brasil avalia abrir capital da estatal

2019-05-07
Fonte: Brasil Económico/ Tudo celular
Foto por: Wikipedia: Marcos Oliveira/Agência Senado

Na mira do programa de privatizações do governo, os Correios iniciaram estudos para abrir o capital da empresa. O processo permitiria que a estatal negociasse ações na Bolsa de Valores, da mesma forma que outras empresas estatais como a Petrobras e o Banco do Brasil. O plano foi mencionado pelo Presidente da estatal, Juarez Cunha, no podcast institucional “Com a palavra, o presidente dos Correios”. A informação foi publicada inicialmente pelo G1 .

No programa, publicado no passado dia 29 de abril, Cunha diz que a ideia de abrir o capital faria parte de um processo de modernização dos Correios . "Também já iniciamos, com vista à modernização da empresa, estudos para abertura do capital. Isso é uma medida fundamental, importante, de maneira que possamos ter um quadro de sócios minoritários", afirmou Cunha.
O executivo reforçou, no entanto, que é contra a privatização dos Correios. Na avaliação dele, um dos argumentos para se opor à venda da empresa é o fato de que a (...)

CTT lançam plataforma digital para entregas até duas horas

2019-05-07
Fonte: CTT - Correios de Portugal
Foto por: CTT Now

Os CTT - Correios de Portugal lançam no mercado o CTT Now, uma plataforma digital que suporta um serviço de distribuição de encomendas no próprio dia, num prazo até duas horas. Os pedidos podem ser realizados através da aplicação no telemóvel ou no site.

Este novo serviço, pensado para a conveniência dos clientes CTT, está disponível numa primeira fase na zona da Grande Lisboa. O cliente, através da aplicação ou do site, pode solicitar o envio do seu objeto e acompanhar o percurso do estafeta até ao momento da entrega.
Para Alberto Pimenta, Diretor de e-Commerce dos CTT, “o CTT Now representa mais um passo dos CTT na senda da sua transformação digital, inovação e desenvolvimento do comércio eletrónico em Portugal, disponibilizando aos seus clientes, particulares ou empresas com perfil (...)

Parcela de 45% da Angola Telecom a privatizar vale 500 milhões USD

2019-05-07
Fonte: Mercado
Foto por: Angola Telecom

Segundo José Carvalho da Rocha, que falava, aos jornalistas, à margem da inauguração do novo Data Center da Angola Cables, em Fortaleza, Brasil, o valor resulta de uma avaliação aos ativos da empresa concluída recentemente.

O montante - que na prática avalia a empresa pública num total cerca de 1,1 mil milhões USD - tem em conta o património imobiliário da companhia, assim como os seus ativos, incluindo infraestruturas de telecomunicações e participações em empresas, banca incluída.
De acordo com o Ministro, que reiterou que o processo de privatização da Angola Telecom deverá ser lançado ainda no decurso deste ano por concurso público internacional, o valor final deverá ser, contudo, alvo de negociação com o comprador, tendo em conta não apenas a (...)

Angola Cables: Uma nova conexão Brasil-África

2019-05-07
Fonte: Isto é Dinheiro/ teletime
Foto por: Angola Cables

Quinta maior cidade do Brasil, Fortaleza é também um dos principais cartões postais do País. Das belas praias a pontos como o Mercado Central, o Theatro José de Alencar, o Centro de Arte e Cultura Dragão do Mar e mesmo o Beach Park, na vizinha Aquiraz, não são poucos os passeios que atraem os turistas brasileiros e do exterior.

A capital cearense esconde, no entanto, outro “encanto”. Graças à privilegiada localização geográfica, o município se consolidou como um dos roteiros preferidos das companhias de cabos submarinos de fibra óptica, responsáveis por parte da transmissão de dados da internet. Com doze estruturas, Fortaleza é hoje o segundo maior centro global dessas redes, atrás apenas de Fujairah, nos Emirados Árabes. A Angola Cables, fruto de uma parceria entre as cinco maiores operadores angolanas, é uma das empresas do setor que escolheu navegar por (...)

Movicel melhora oferta de apps e conteúdos através do Angonap de Fortaleza

2019-05-07
Fonte: Mercado
Foto por: Movicel

Através da conectividade que se estabelece entre este data center e o Angonap em Angola, é possível termos conteúdos digitais mais modernos baseados na América Latina, nos EUA e, em especial, no Brasil, para fornecê-los aos clientes”, explicou Aristides Safeca.

O gestor, que falava no passado dia 16 de abril aos jornalistas à margem da inauguração, em Fortaleza, do novo datacenter da Angola Cables, reforçou que a melhoria da conectividade, em qualidade e velocidade, traz novas oportunidades a jovens que, em Angola, têm trabalhado no desenvolvimento de apps e conteúdos, que podem ser disponibilizados pelas operadoras aos seus clientes.
Em Angola já temos um núcleo muito interessante de jovens que desenvolvem apps e que podem assim ligar-se a outros desenvolvedores e, em conjunto, (...)

«Seeds for the Future» da Unitel leva 10 estudantes para China

2019-05-07
Fonte: Mercado
Foto por: Unitel

Dez estudantes finalistas do programa «Seeds for the Future», organizado pela Unitel, em parceria com a Huawei, foram apresentados em Luanda, num encontro que contou com a presença do Secretário de Estado das Telecomunicações, Mário de Oliveira.

Oriundos das melhores universidades angolanas, estes estudantes partiram para China, no passado dia 26 de abril, com o retorno no dia 11 de maio, para uma visita de estudo profissional e cultural. Segundo a Diretora Geral-Adjunta para os assuntos corporativos da Unitel, Eunice de Carvalho, o grande objetivo do programa é despertar nos jovens a paixão pelas telecomunicações e pela excelência. ‘‘Achamos que é uma oportunidade chave para os nossos estudantes porem em prática aquilo que vêem na teoria durante as suas aulas’’, referiu.

CVMóvel e Unitel T+ vencem concurso de comunicações móveis 4G

2019-05-07
Fonte: A Semana
Foto por: rawpixel.com from Pexels

As operadoras CVMóvel e Unitel T+ acabam de vencer o concurso realizado pela Agência Reguladora Multissectorial da Economia (ARME), que visava atribuir licenças de Direito de Utilização de Frequências (DUF), para os sistemas de comunicações móveis 4G.

Em comunicado, a ARME garante que, em julho do corrente ano e de acordo com o cronograma do concurso, serão atribuídas as licenças, tendo as operadoras, de seguida o prazo máximo de seis meses a partir dessa data, para a comercialização do serviço 4G.
"Até o mês de julho haverá, entre a ARME e as duas operadoras, negociações concernentes aos termos de utilização de frequências e ao nível de gestão de espectro, com vista à reestruturação das frequências", conclui a reguladora em nota remetida ao (...)

Novo Diretor-Geral da UNITEL foi nomeado pelos brasileiros da OI

2019-04-07
Fonte: Jornal de Angola
Foto por: Unitel

As mudanças na equipa de gestão de uma das maiores empresas angolanas, a UNITEL, são profundas. Isabel dos Santos deixará de ser Presidente do Conselho de Administração e, depois da decisão do tribunal arbitral, em Paris, a Oi é a única acionista com dois administradores. O novo Diretor-Geral da operadora é o português Miguel Geraldes.

O Conselho de Administração é agora composto por Isabel dos Santos e Amílcar Safeca (representante da Geni, sociedade controlada pelo general Leopoldino do Nascimento) e entram João Quipipa (assessor do Ministério das Finanças e representante da MSTelcom/Sonangol), Luiz Rosa e Miguel Geraldes, ambos indicados pela Oi.
Cada uma das quatro partes possui 25 por cento do capital da UNITEL. No entanto, segundo um acordo de acionistas que baliza a atuação da administração, a Oi tem o poder de nomear a maioria dos administradores e acusou a antiga (...)