Correios do Brasil vão lançar o ‘Uber da entrega’

2018-09-07
Fonte: Estadão/ Agência Brasil
Foto por: Correios do Brasil

Até ao fim deste ano, os Correios do Brasil querem anunciar uma nova empresa de logística para concorrer no mercado de entrega de encomendas. O serviço funcionará praticamente da mesma forma que o Uber. Por meio de uma aplicação no celular, o usuário poderá chamar um prestador de serviço – carro, moto ou até mesmo bicicleta – para que entregue a sua encomenda em determinado endereço.

O Estado apurou que os Correios estão a negociar uma parceria com uma empresa de tecnologia para lançar a aplicação e que a expetativa é bater o martelo nas próximas semanas. O objetivo é oferecer um serviço de “entrega a jato”, em poucas horas.
As informações foram confirmadas pelo presidente dos Correios. “Ainda estamos a fechar os detalhes desse negócio, mas vamos iniciar este serviço ainda neste ano.”
Com esta iniciativa, os Correios querem entrar em um tipo de operação que já virou tendência em outros países. Trata-se (...)

Governo moçambicano quer proposta de fusão de empresas de comunicações até final do ano

2018-09-07
Fonte: Diário de Notícias
Foto por: TDM/ mCel

 “A proposta está praticamente concluída", disse o Ministro dos Transportes e Comunicações, Carlos Mesquita, citado hoje pelo diário "O País".

O Governo tem encontros regulares com o Conselho de Administração das empresas que tem apresentado um nível de desenvolvimento alinhado com as expetativas, referiu.
Por outro lado, "o processo de fusão já está a ocorrer".
"As empresas só têm um único Conselho de Administração", exemplificou, acrescentado que "as próprias lojas já estão preparadas tecnologicamente para atender às atividades das duas empresas".
Mahomed Rafique Jusob foi nomeado há um ano como novo Presidente do Conselho de (...)

Plano de privatização da Angola Telecom quase concluído

2018-09-07
Fonte: Angola Telecom
Foto por: Angola Telecom

O Ministro das Telecomunicações angolano garantiu que os planos para privatizar 45% do capital social da empresa já estão na reta final.

O Ministro das Telecomunicações e Tecnologias de Informação angolano disse no passado dia 02 de agosto, em Luanda, estar já na reta final a avaliação dos ativos da Angola Telecom para a privatização de 45% do seu capital social. José Carvalho da Rocha referiu que o processo decorre em todo o país, com uma avaliação de “ativo por ativo”, para que se possa ter, depois, “um preço justo”. “É um trabalho árduo, temos de ir para todos os cantos. Depois temos de ver o ativo patrimonial, de pedir o concurso de uma empresa (...)

Unitel prevê cobertura de rede em todas as comunas de Angola até 2021

2018-09-07
Fonte: Unitel
Foto por: Unitel

A operadora de telecomunicações móveis angolana Unitel anunciou no passado dia 22 de agosto que a cobertura de rede nas 542 comunas de Angola, um investimento de mil milhões de dólares (870 milhões de euros), iniciado em 2008, estará concluída nos próximos dois ou três anos.

Segundo o Diretor-Geral Adjunto da Unitel, Amílcar Safeca, atualmente, apenas 42% das comunas beneficia de cobertura da rede móvel, entre elas todas as capitais provinciais do país.
Iniciado em 2008, a fase seguinte, acrescentou, priorizou a cobertura dos 164 municípios de Angola, processo que terminou 2011, ao mesmo tempo que a empresa está agora a dedicar-se à introdução da “quinta geração móvel” para acompanhar os desafios da digitação que se colocam às economias em todo o mundo.
Quase todos os serviços que temos hoje (...)

Unitel T+ cada vez mais comprometida com Cabo Verde

2018-09-07
Fonte: A Semana
Foto por: Unitel T+

A Unitel T+ está, enquanto operadora na área de telecomunicações, cada vez mais comprometida com o processo de desenvolvimento de Cabo Verde. Com um forte crescimento no mercado nacional traduzido em aumento de número de clientes e da procura dos seus serviços em todas as ilhas, vem tendo uma forte intervenção no país, estabelecendo como prioridades a aposta na sociedade de informação e conhecimento, na ligação de Cabo Verde ao mundo através das TIC e na intervenção social, com o foco na inclusão social e no combate à pobreza mediante a sua participação em vários projetos desenvolvidos por entidades públicas e privadas.

«Somos a mais jovem companhia de telecomunicações cabo-verdiana. Os adolescentes e jovens trouxeram-nos a energia de que precisávamos, para que de modo estratégico e em parceria chegássemos a todos que, de uma forma ou de outra, colaboram no desenvolvimento económico do país», garante a administração da empresa.
A forte aposta tem sido, segundo a mesma fonte, feita sobretudo na inovação e na competitividade. «Fizemos da Inovação e Competitividade o nosso modo de atuação. Adaptámo-nos desde a primeira hora às (...)

Vodacom Moçambique recebe licença unificada de telecomunicações

2018-09-07
Fonte: INCM
Foto por: INCM

A Vodacom Moçambique (VM), uma das três empresas da telefonia móvel que operam no mercado moçambicano das telecomunicações, recebeu, no passado dia 24 de julho, a Licença Unificada de Telecomunicações. Trata-se de renovação da que já vai expirar a 23 de agosto do corrente e que a VM detinha há 15 anos.

A cerimónia de outorga da referida licença foi dirigida pela Presidente do Conselho de Administração (PCA) da Autoridade Reguladora das Comunicações (INCM), Ema Maria Santos Chicoco. Estiveram presentes representantes do sector de telecomunicações, quadros do INCM e da própria Vodacom. Ema Chicoco e Jerry Mobbs, Diretor-Geral da VM, assinaram os Termos de Licença.
Com a Licença Unificada o beneficiário presta serviços de telecomunicações, independentemente da tecnologia de suporte, sem prejuízo da necessidade de obtenção de frequências (...)

Direção de Informação da RTP com três caras novas

2018-09-07
Fonte: Observador
Foto por: RTP

João Fernando Ramos, Rosário Lira e Alexandre Leandro foram confirmados como membros do órgão máximo de gestão editorial da RTP. Direção de Informação passa de 8 para 7 membros.

Os jornalistas Paulo Dentinho, João Fernando Ramos, António José Teixeira, Vítor Gonçalves, Rosário Lira, Hugo Gilberto e Alexandre Leandro foram confirmados esta terça-feira pelo Conselho de Administração da RTP como membros da Direção de Informação da estação pública. O órgão responsável pela gestão editorial da RTP passa assim a ter sete diretores em vez dos oito que compunham a direção anterior, sendo que João Fernando Ramos, responsável pela RTP Porto e pivôt do Jornal 2, Rosário Lira e Alexandre Leandro são as únicas caras (...)

Moçambique vai leiloar novas frequências para operadores de redes móveis

2018-09-07
Fonte: Diário de Notícias
Foto por: Pexels/ Miguel Á. Padriñán

A Autoridade Reguladora das Comunicações de Moçambique (INCM) vai leiloar novas frequências para os operadores de redes móveis no país por forma a introduzirem novos serviços de voz e dados, nomeadamente de serviços 4G.

O anúncio do leilão, a realizar no dia 25 de outubro, começou a ser publicado esta semana na imprensa moçambicana, sendo que, até lá, as operadoras elegíveis deverão submeter a sua candidatura.
O anúncio está também disponível no portal do INCM.
Três operadoras móveis funcionam em Moçambique e podem participar no leilão: a Vodacom, Movitel e a estatal Mcel.
Seguem para leilão 20 lotes de frequências, cujos valores base de licitação somados totalizam 390 milhões de dólares (345 milhões de euros).
Na faixa dos (...)

A AICEP debateu “Na Rota de uma Televisão Melhor e Mais Flexível - Viagem ao Mundo da Comunicação Digital através da Imagem e do Som”

2018-07-13
Fonte: AICEP
Foto por: AICEP

Em plena revolução tecnológica com o advento da Ultra-Alta Definição (“4K e 8K”) estamos a assistir à entrada em força na Televisão do IP (“Internet Protocol”), sendo esta tão natural como o verificado no arranque do recurso à filosofia digital com o aparecimento do SDI (“Serial Digital Interface”). Os anos que se avizinham vão ser explosivos na implementação destas tecnologias, com o IP a tornar a actividade televisiva, e não só, em algo na qual a flexibilidade será a palavra de ordem.

Haverá ainda lugar para o desenvolvimento e aplicações do HDR (“High Dynamic Range”), do HFR (“High Frame Rate”), assim como para a “nova” Colorimetria associada (WCG) e, ainda, para o som a disponibilizar (NGA), dado que este para além de ser ouvido passará, também, a ser sentido.
As novas câmaras e televisores baseados na filosofia da visão das abelhas (“Light Field”), o modo de armazenamento audiovisual de longa duração e ainda os sistemas de transmissão e distribuição atuais e no futuro próximo, serão também temas a (...)

José Carlos Lourenço assume direção da ZAP

2018-07-12
Fonte: Marketeer
Foto por: Sapo

Depois de quatro anos enquanto COO do Grupo Global Media, José Carlos Lourenço assumiu a Direção-Geral da ZAP no passado mês de Junho. Recorde-se que a ZAP é uma empresa de distribuição de televisão por satélite em Angola e Moçambique e que conta, atualmente, com 1300 colaboradores e mais de 1,4 milhões de clientes.

Em comunicado, a ZAP adiantou que José Carlos Lourenço está “muito entusiasmado com a oportunidade de se juntar a um projecto ganhador, com uma fantástica equipa com elevado reconhecimento dos seus clientes e com ambição de crescimento nos vários mercados em que opera”.
José Carlos Lourenço sucede a Nuno Aguiar, na Direção-Geral da ZAP desde a fundação da empresa. O profissional passou a assumir “funções de grande responsabilidade no âmbito da NOS”, afirma a ZAP.

Maio (...)