XVIII Fórum AICEP: Painel «COMUNICAÇÕES»

Data: 2010-05-06
Localização: Luanda, Angola

 

 

Prof. Luís Nazaré

Na sua intervenção, Luís Nazaré, antecipou as evoluções que irão existir no sector das Comunicações num futuro muito próximo.

O orador falou das Telecomunicações, Multimédia e Tecnologias (TMT) que, no cenário de 2020, irão estar em todos os domínios da nossa vida.

Luís Nazaré profetiza que irão existir cada vez mais e melhores conteúdos, alargando a escolha do consumidor, onde se vai radicar a luta dos gestores de conteúdos e novas empresas, nos próximos 10 anos, e da qual sobreviverão apenas os melhores.

Na próxima década, assistiremos a uma mudança completa para o sistema a 3D e as redes de nova geração de alto débito (RNG) vão eclodir, afimou Luís Nazaré.

 

 

Dr. José Ferrari Careto

José Ferrari Careto, na sua intervenção, apresentou o seu ponto de vista do que deverá ser uma boa Regulação, de como se deve processar o Acesso e os modelos de Pricing das Comunicações.

O administrador da ANACOM definiu a arte da Regulação é não ser capturável, actuar para suprir falhas de mercado e fazer a gestão óptima do espectro radioeléctrico ou dos meios disponíveis a nível postal.

Relativamente ao Acesso, o Dr. Ferrari Careto, falou sobre a necessidade da definição de um serviço universal equilibrado e a criação de sistemas de compensações que possibiltem contrapartidas. “As concessões deverão ser feitas por serviços e não por tecnologias”, defende o representante do órgão regulador português.

Quanto ao Pricing, defendeu que deverão ser criados tectos de preços indexados a padrões de qualidade mínimos definidos. Ferrari Careto defendeu as vantagens que se obterão quando os operadores tiverem preços mais baixos que combatam a concorrência e beneficiem os consumidores.

O representante da ANACOM finalizou a sua intervenção questionando porque é que os sistemas de comunicações – serviço postal e serviço de telecomunicações fixas -têm preços controlados e os serviços móveis terrestres não.

 

 

Eng. António Neto

O Eng. António Neto tentou transmitir à audiência, através de uma apresentação intitulada «Criação e Destruição de Valor com base nas TIC», que a Indústria das telecomunicações continua bem, mas haverá alturas em que os fornecedores de sistemas de informação e os operadores também irão sofrer de instabilidade.

O representante da Alcatel-Lucent referiu que as plataformas de telecomunicações actuais estão a responder, cada vez mais, às necessidades dos consumidores.

A grande diferença é que enquanto no passado (mesmo no passado recente) os dois grandes intervenientes eram os fornecedores de equipamentos e os operadores, actualmente, para além destes, exitem outros outros tipos de players de que são exemplo: a Google, o hi5, o skype, etc, que são quem tem os maiores crescimentos e resultados, utilizando as infra-estruturas desenvolvidas pelos fornecedores e financiadas pelos operadores.

Ao desenvolverem aplicações que vão ao encontro dos consumidores são quem está hoje a ganhar.

 

Fórum AICEP Dr. José Ferrari Careto 2010.ppt
Fórum AICEP Eng. António Neto 2010.pdf